top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Secretaria de Educação trabalha para zerar fila de espera nos CEIM’s



São Bento do Sul

Um dos problemas sempre enfrentados pela Secretaria de Educação está na crescente demanda pela procura de vagas para alunos da educação infantil (0 a 3 anos de idade) em período integral. Este aumento se deve, principalmente, ao fato de São Bento do Sul crescer cada dia mais, atraindo novas famílias de outras cidades e também países, aumentando o número de demandas nas unidades escolares do município.

Recentemente foi divulgado pelo IBGE o aumento populacional de São Bento do Sul, sendo a estimativa em 2010 de 74.801 pessoas, em no ano de 2020 de 85.421 pessoas e agora em 2021 a estimativa é de 86.317 habitantes, apontando um possível crescimento nos próximos anos.

De acordo com dados informados pela Secretaria de Educação, neste ano a secretaria ainda conseguiu encaminhar 820 alunos em período matutino ou vespertino e período integral, sendo que 172 ainda aguardam vaga. No entanto, destes 172 cadastros, 39 recusaram a unidade indicada por não ser a mais próxima da residência e 133 ainda serão analisados no próximo encaixe de vagas que ocorre de forma mensal.

Importante destacar que esses números são alterados constantemente devido à quantidade de cadastros realizados diariamente pelos pais, que são analisados a cada mês, havendo encaixe de vaga de acordo com a disponibilidade dos CEIMs. Além disso, cabe ressaltar que o encaixe das vagas seguem todos os procedimentos legais, obedecendo criteriosamente a ordem dos cadastros.

Conforme explicou o secretário de Educação, Josias Terres, este é um problema antigo e que está sendo solucionado aos poucos com as ampliações de CEIM’s (Centro de Educação Infantil). “Estamos investindo em ampliações para atender as crianças. Nossa meta é que com essas ampliações a gente consiga atender todas em período integral. Porém como as obras estão em andamento, estima-se que consigamos solucionar definitivamente este problema em um prazo de alguns meses”, explicou.

Josias ainda destacou o investimento da Secretaria de Educação não só em ampliações nos CEIM’s, mas também em outras unidades escolares do município. “Fazendo uma estimativa do orçamento, são mais de R$ 15 milhões em recursos para obras de ampliações, reformas, pinturas, reparos em instalações elétricas, dentre várias outras melhorias para qualificar o ambiente de ensino a todos os alunos”.

No momento são 13 unidades de ensino com obras em andamento, sendo 3 já entregues para a comunidade e outras 4 para iniciarem, aguardando apenas a assinatura de ordem de serviço.

De todas estas escolas, o CEIM Pingo de Gente está com a obra paralisada por conta da empresa ganhadora da licitação paralisar as atividades da reforma. A Prefeitura já notificou a empresa, a qual não apresentou defesa e, agora, a Prefeitura prosseguirá com o processo administrativo.

Após possíveis penalidades as demais empresas colocadas na licitação serão chamadas para verificar o interesse em concluírem o serviço. Caso isto não ocorra e as empresas não queiram continuar a obra, será necessária uma nova licitação.

A previsão é que em até 30 dias o problema seja solucionado e obra seja retomada.

Por conta disso, alguns alunos foram remanejados para outras unidades e outros alunos estão atuando em outro bloco separado do CEIM.


Komentáře


bottom of page