top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Com a dor da perda família de Dona Maria clama por justiça



São Bento do Sul

Utilizando camisetas com a foto da dona Maria Mello, 64 anos, vítima de acidente de trânsito, a imprensa de São Bento do Sul participou de uma entrevista coletiva na tarde de hoje. A coletiva de imprensa ocorreu no escritório da advogada Ana Claudia Candatten que defende a família na esfera judicial. A coletiva contou com a participação do advogado assistente de acusação Nilton Ribeiro.  


Familiares não contiveram as lágrimas ao lembrar de dona Maria que era muito ativa no trabalho e comunidade. A família revela que todos sofrem neste momento. Os netos ainda não entenderam o que de fato ocorreu e perguntam sobre a avó que teve a vida ceifada em um atropelamento na faixa de pedestre.  


Familiares justificam que alguns comentários que a vítima não estaria na faixa de pedestre, mas lembram que um vídeo de câmeras de segurança mostraram de fato dona Maria se atropelada no dispositivo de segurança


“Independente se estava ou não na faixa de pedestre ninguém tem o direito de tirar a vida de uma pessoa inocente”, comentam  


O advogado Nilton Ribeiro, revela que atua como assistente de acusação, junto com a doutora Ana Cláudia.


O advogado que atua especialmente em ações criminais em Curitiba e região metropolitana, explica que está em São Bento do Sul para acompanhar toda a fase judicial, e fase do inquérito.


“Estarei acompanhando esse inquérito policial que deve ir para esfera processual. A competente Dra. Ana Cláudia já está diligenciando uma série de ações e ela já está mostrando trabalho, com algumas informações relevantes sobre o caso.


Dr. Nilton explica que a advogada estará diariamente na delegacia de polícia de São Bento do Sul, buscando os elementos que vão comprovar que a vítima morreu em decorrência um pouco mais além do que um simples acidente


Na esfera da Polícia Civil a previsão é de que em até 30 dias o inquérito esteja concluído, após todas as informações serem encaminhadas para denúncia junto ao Ministério Público. O advogado não descarta a possibilidade da condutora do veículo envolvido responder em júri popular, mas dependerá do Ministério Público se acatará nossa denúncia


“Eu gostaria de citar aqui a importância desta coletiva nesse evento aqui hoje. Hoje a família mesmo enlutada, mesmo ainda em um sofrimento profundo, a família concordou em dar uma coletiva de imprensa, não somente mostrar o sofrimento da família, mas de buscar entendimento da justiça”, declarou Dr. Nilton


A advogada Ana Cláudia Candatti, advogada da família de dona Maria de Lourdes de Melo, a coletiva teve por objetivo mostrar não somente a dor que a família passa neste momento, ou a situação da tristeza da família enlutada pela perda precoce da matriarca e cabe a nós buscar por justiça. “Nós queremos que as autoridades competentes tomem as medidas cabíveis em relação ao caso da dona Maria e que não caia no esquecimento para que outras famílias não tenham o mesmo sofrimento e não sintam a dor que a família da dona Maria está sentindo nesse momento. Vamos buscar cada detalhe para que possa de fato ser incluído no processo judicial “,


Marido lembra da última vez que conversou com dona Maria Mello  


O senhor Arnacle Melo, esposo de dona Maria, não conteve a emoção de lembrar do último dia que falou com a esposa. “Foi pela manhã, ela saiu de casa fechou o portão e me disse tchau com um lindo sorriso”, comentou emocionado.


A noite por volta das 18h45min a noticia que jamais o senhor Arnacle poderia receber, o falecimento da esposa com que era casado há 50 anos. “Meu mundo desabou, estamos sem chão. Esperamos que a justiça seja feita, isso não pode ficar impune, não foi um acidente para nós foi homicídio. Minha esposa saiu para trabalhar e não voltou viva”, desabafou


Agradecimento


A família faz questão de agradecer todo o apoio das pessoas que abraçaram a causa neste momento de dor. Queremos com isso mostrar para a população que no trânsito é muito perigoso e que acidentes como estes não aconteçam mais em São Bento do Sul. a missa de 7o dia ocorre na próxima sexta-feira na igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria  


 advogado Dr. Nilton explica que a motorista que dirigia o veículo poderá responder júri popular  já que muitos.

Comments


bottom of page